domingo, 27 de julho de 2008

UM POEMA E ALGUMAS PALAVRAS


Na verdade fiz uma adaptação de uma música onde a poesia me comoveu, e automaticamente me remete à você, minha amada, minha menina: Letícia.





Alma Gêmea



São teus lábios
Se abrem e se alegram em sorrisos
Faz parte das manhãs mais coloridas
A musa que me inspira a sonhar.


Minha flor,
Desabrocha e perfuma o meu viver
Com aromas impossíveis de esquecer
Me desperta o sonho, faz imaginar.


Meu amor,
Que transforma o mundo inteiro em um jardim
Que me faz acreditar que é pra mim
Que a lua se derrama pelo mar.


Minha flor,
Não consigo mais me ver sem ter você
Definharia pouco a pouco até morrer
Na sua ausência, bem melhor nem acordar.


São teus planos
Que movem céus e terras, o infinito
Faz das dificuldades aventuras
E me dão forças até para voar.


Meu amor,
Que anda sem se importar com os que virão
Com a segurança presa em minha mão
Com esses passos que nos levam ao altar.


Meu amor,
Que me acorda e me vela ao dormir
Que me abraça e motiva a sorrir
E provoca arrepios pelo seu tocar.


Meu amor,
Se às noites me conduz até o torpor
Com seu corpo, onde encontro meu calor
É a certeza de onde fica meu lugar.

São teus olhos
A luz de mil estrelas são teus olhos.
Você que acendeu a minha vida.
Não deixe nunca o brilho se apagar.


Minha flor,
Nossas vidas se completam por si só
E o Destino as enlaça em um nó
Tão unidas, jamais vão se separar.


Meu amor,
Eu sabia antes de te conhecer
Que meus sonhos me guardavam pra você
Esperando a hora de te encontrar.


Meu amor,
No silêncio dos teus braços eu já sei
Que no teu abraço eu já encontrei
O lugar perfeito pro amor viver.


E, para complementar a minha declaração de amor, algumas coisas muito importantes:


Como a única dona do meu amor, é obviamente uma mulher incrivelmente especial pra mim.
E desde que estivemos juntas pela primeira vez, senti que era você que guardava a minha felicidade, que eu tanto procurei e em tanta gente, sem sucesso algum.
E agora, mais do que nunca, é importante que tenha dimensão do tamanho do meu imensurável amor.
E, talvez seja por isso que eu gostaria de dizer, publicamente, algumas palavras...


Prometo ser fiel, amar e respeitar; na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe. Prometo ter olhos e ouvidos bem abertos pra você em tempo integral. Prometo ser compreensiva, na medida do possível (e algumas vezes impossível também). E também prometo ouví-la e prestar atenção em cada palavra, mesmo que esteja em silêncio. Prometo respeitar a sua individualidade, quando quiser ficar sozinha. Prometo cuidar de você sempre que você deixar. Prometo me deitar ao seu lado todos os dias e continuar admirando sua beleza, mesmo quando você estiver bem velhinha. Prometo dizer todos os dias o que eu sinto por você, pra que você em hipótese alguma se esqueça. Prometo que após cada briga haverá uma reconciliação e um recomeço. Prometo tentar fazer a convivência não ser tediosa. E prometo tentar fazer você a mulher mais feliz do mundo, e se eu falhar, prometo tentar novamente, incansavelmente, até conseguir.



EU TE AMO.



Aceita se casar comigo?

Um comentário:

Klug disse...
Este comentário foi removido pelo autor.